Ortopedia Funcional dos Maxilares

É uma especialidade da odontologia que soluciona desequilíbrios ósseos, musculares e de funcionamento dos maxilares, alinhamento dos dentes e problemas da articulação temporomandibular. Tais disfunções podem ser corrigidas com o uso de aparelhos removíveis, o tratamento não deve causar dor e é executado quase sempre sem extração de dentes.

Como é o tratamento?

Os aparelhos utilizados para esse tratamento produzem estímulos e o cérebro responde remodelando estruturas ósseas, musculares, articulares e funcionais. Assim, a estética da face e as funções exercidas pela boca são reestabelecidas trazendo de volta o equilíbrio do sistema bucofacial.

Que idade abrange o tratamento e quem pode realizá-lo?

Atualmente, não existe idade preestabelecida para iniciar o tratamento, mas é importante salientar que resultados mais satisfatórios são obtidos quanto mais jovem for o paciente, já que esta terapêutica tem ação muito importante na dentição de leite e/ou mista, quando a face e as arcadas estão em formação e necessitam de estímulos para que haja modificações estruturais (ósseas) no paciente, corrigindo problemas que se tornariam sérios mais tarde.

A ortopedia trabalha em conjunto com o crescimento, sento assim ela é bastante efetiva durante o crescimento facial, mas isso não significa que adultos não possam ter um tratamento eficaz.

Razões que justificam o tratamento precoce:

  • Evitar problemas periodontais e psicossociais,
  • Evitar excesso de desgaste e/ou fratura nos dentes,
  • Evitar acomodação anormal da musculatura,
  • Garantir estabilidade oclusal (função mastigatória),
  • Melhorar as condições de crescimento e desenvolvimento,
  • Corrigir problemas de respiração, mastigação, deglutição e fonação.

Quanto tempo dura o tratamento?

O tempo de tratamento varia de acordo com a idade do paciente, bem como o tipo e grau de comprometimento e desequilíbrio dos maxilares diagnosticado pelo profissional.